2.8.05

Reflexões em tempo de férias…

Para as férias levo algumas questões a que gostaria de saber responder:

1 – Porque é que, quando se fala de comentadores ou analistas, os mais pessimistas são geralmente os que são considerados mais lúcidos e brilhantes?

2 – O que se passa com as pessoas que chegam ao final das férias mais cansadas que no seu começo?

3 – Considerar-se detentor de uma Verdade Absoluta não será cair na tentação de ser detentor de Deus?

4 – O que nos leva a rotular de ingénuas aquelas pessoas que confiam em toda a gente e que conseguem ver bondade em todo o lado?

5 – Será coerente, para um cristão, entrar num Estádio de futebol e alimentar um economia que hipoteca seres humanos, desculpem, passes de seres humanos?

Especial para o meu amigo Carlos Furtado do Nortadas: o que se passa no Porto que há tantas pessoas que deixam essa cidade para ir trabalhar para Lisboa?


entrtanto a terra é uma boa leitura para as férias.

Se não me for possível antes, até Setembro! Boas férias e obrigado por passarem por aqui!