2.8.05

Reflexões em tempo de férias…

Para as férias levo algumas questões a que gostaria de saber responder:

1 – Porque é que, quando se fala de comentadores ou analistas, os mais pessimistas são geralmente os que são considerados mais lúcidos e brilhantes?

2 – O que se passa com as pessoas que chegam ao final das férias mais cansadas que no seu começo?

3 – Considerar-se detentor de uma Verdade Absoluta não será cair na tentação de ser detentor de Deus?

4 – O que nos leva a rotular de ingénuas aquelas pessoas que confiam em toda a gente e que conseguem ver bondade em todo o lado?

5 – Será coerente, para um cristão, entrar num Estádio de futebol e alimentar um economia que hipoteca seres humanos, desculpem, passes de seres humanos?

Especial para o meu amigo Carlos Furtado do Nortadas: o que se passa no Porto que há tantas pessoas que deixam essa cidade para ir trabalhar para Lisboa?


entrtanto a terra é uma boa leitura para as férias.

Se não me for possível antes, até Setembro! Boas férias e obrigado por passarem por aqui!

5 comentários:

Miguel Marujo disse...

apanhas-me em falso, Amigo... ainda n te respondi aquela tua outra dúvida sobre este meu mundo do jornalismo, e já me pedes o crontributo para novas demandas... tentarei aproveitar estes dias mais calmos de Agosto, mesmo sem férias. Boas férias!

Anónimo disse...

Pois é meu bom amigo. Infelizmente a resposta é fácil de dar, dificil mesmo é encontrar o antídoto. Cada dia que passa as possibilidades de empregos e carreiras aliciantes e com futuro são cada vez menos aqui por estas bandas. A concentração cada vez maior nas sedes e direcções gerais em Lisboa "obrigam" a estas migrações modernas. Mas mais te digo: depois de Lisboa seria Madrid, mas para esses lugares os espanhóis abrem pouco. E que fique claro que também eu já migrei 4 anos para Lisboa portanto falo do que sei. E todos os dias me "bato" contra o centralismo absurdo e contra as vendas de empresas ainda mais obtusas. Valha-nos a esperança que um dia estas gentes sejam iluminadas. Boas férias.

Carlos Furtado disse...

Zé Maria

O comentário de cima é meu. Boas férias de novo.

Pedro F. Ferreira disse...

Quanto ao ponto 5, ai rapaz, que confusão vai nessa cabeça. Abraço e boas férias.

Anónimo disse...

Efectivamente a migração internar Porto->Lisboa está acabar com a chegada da crise à capital.

Também um dia destes a migração será Lisboa->Madrid (porque acham que os espanhois querem o TGV ?). Será muito bem feito para Lisboa, para não serem provicianos.