9.3.08

Rezar o mundo (com a ajuda dos media)


Acordamos. Pouco depois de calarmos o despertador, as notícias vão-nos entrando despedaçadas pelos ouvidos dentro, no meio da nossa luta contra o sono. Fica-nos na memória o resto de uma reportagem sobre o caso Madie. No metro, no autocarro ou ao chegar à faculdade alguém nos dá um gratuito. Os olhos correm pelas poucas páginas daquele jornal. A morte de frio de um sem abrigo provoca um breve momento de incomodo. Guardamos o jornal na mochila para aproveitar o sodoku para uma aula teórica. Depois das aulas, vamos à sala de informática. Vemos os mails. Abrimos o messenger. Ao nosso lado, um professor lê o Público. Continuam a aumentar as vítimas do terrorismo. Na nossa cabeça ressoa uma pergunta: como se pode lutar assim? À noite, enquanto cumprimentamos a nossa mãe ao chegar a casa, ouvimos o Rodrigo Guedes de Carvalho, na Sic, falar de uma descoberta qualquer que pode ajudar os doentes de SIDA. À noite, ao voltar do cinema o olhar de um personagem fica gravado na memória.
Muitas vezes é assim que o mundo nos entra pelos sentidos. Mais ou menos aos pedaços. Como peças de um puzzle que temos dificuldade de encaixar.

Este espaço – Rezar o Mundo, com a ajuda dos media - é uma pequena ajuda do Optimista para que seja mais fácil encaixar as peças umas nas outras. Uma vez por mês será proposto um pequeno exercício de oração ou reflexão que posssa ajudar a ler, ouvir e ver as notícias, recordar um filme ou navegar na net de um modo mais profundo. Trata-se de apurar os sentidos para descobrir os gritos, as lágrimas, os risos e os silêncios com que Deus nos interpela em todos esses mundos. Para não deixar que o mundo nos passe ao lado. Para que não passemos ao lado do mundo.

Exercício 1

Depois de teres feito o sodoku, não deites fora o gratuito que te costumam dar pela manhã.
1.Escolhe a notícia que mais te chamou a atenção ( porque te incomodou, te fez rir, porque te pareceu mesmo estranha...).
2. Recorta a notícia.
3. Quando chegares a casa, na tua secretária lê a notícia com calma.
4. Fecha os olhos e pergunta-te:
- O que te fica dessa notícia? O que é mais te chama a atenção? Porque achas que te incomodou, fez rir ou surpreendeu a notícia?
- Como terão reagido ao que aconteceu as pessoas envolvidas? Se pudesses que lhes dirias?
- Das palavras de Jesus que conheces, qual pensas que se adapta melhor a esta situação?
5. Cola a notícia num sitio onde a possas ver e escreve com um marcador, em cima da notícia, a palavra de Jesus que escolheste.

Ao avaliar este pequeno exercício tenta perceber o que é que Deus te disse. Se quiseres podes partilhá-lo na caixa de comentários.

nota: Este exercício fui escrito para o número 0 do essejota.net e pode ser encontrado no arquivo da secção «O mundo à nossa volta».

5 comentários:

Anónimo disse...

Bom... mal não faz... é como o "Melhoral", creio...

Anónimo disse...

Q bom ter de volta este espaço... espero conseguir utiliza-lo para rezar num mundo que corre à minha volta e deixa a minha vida num caos!
Primo, reza por nós para q a saúde não nos pregue mais partidas nos próximos tempos, e reza pela nossa Leonor... Obg

Anónimo disse...

olá zé!

ja passei aqui pelo teu blog mtas vezes, mas nunca parei nele verdadeiramente como hoje. É desafiante a forma de rezar que propões, porque mta gente (incluindo eu) tem sérias dificuldades em se concentrar a rezar e só o faz 'à pressao' quando se vai deitar e está já no limiar do sono...
Bem, eu vou-me aventurar por esses gratuitos fora e depois dou-te o meu feddback!, mas à partida acho que é uma ideia muito boa. =)

Um beijinho enorme,
Camila

Anónimo disse...

Uma das notícias que tem vindo a publico nos ultimos dias é o "lançamento de novos pecados mortais", esta é uma noticia que tem criado bastante discussão. No meu local d trabalho ouvi o seguinte comentário "então o que dizes ao Papa ter condenado o vaticano ao inferno, uma vez que considerou a riqueza exarcebada como um dos novos pecados mortais!" Apesar de a cima de tudo ter procurado o texto de origem, q ñ encontrei, gostei tb da resposta do bispo D Carlos Azevedo, no entanto penso que ainda não responde a pessoas que pensam desta maneira... e´é nestas alturas que tenho pena d ñ ser jesuita para ter uma resposta na ponta da Lingua! Desafio os essejota a ajudarem-me neste desafio!
Obrigada
Maria Ana

Geraldo Moreira disse...

um alerta aos interessados na democratização da informação.
No próximo domingo na Biblioteca Comunitária Maria das Neves Prado (Biblioteca do Paiaiá) será aberta a IV Semana de Popularização da Ciência e da Tecnologia em Nova Soure - Bahia, e se estenderá por todo a semana com palestras e oficinas. Quem tiver intresse em participar e valorizar a democratização da informação veja programação no endereço http://bibliotecadepaiaia.blogspot.com/2009/10/semana-nacional-de-ciencia-e-tecnologia_16.html
Até lá.
Geraldo Prado