3.4.08

Grito

Quando um amigo é acusado injustamente, um grito revoltado e contido nos abala e faz tremer. Quando essa acusação se dirige como seta envenenada à mais profunda das suas intenções, ao lugar mais secreto e puro do seu coração não podemos deixar de abrir as mãos e levantar os braços como se fossem lágrimas.
Conhecer o coração que se esconde por de trás de cada gesto, enche de uma luz clara e transparente a mais enigmática das acções.


Às vezes, sem querer, deixámos que passem de boca em boca através de conversas, longas ou de circunstancia, críticas a pessoas que não conhecemos. Pessoas das quais desconhecemos o coração.
Era bom acreditar que um gesto, que a nós nos parece estranho e ambíguo, pode esconder uma bondade insuspeita.
O mundo está cheio de matizes e os nossos olhos são demasiado pequenos para alcançar ou acolher toda a diferença e toda a bondade.

Precisamos de ser humildes e aceitar que o nosso olhar é incapaz de penetrar toda a densidade do agir humano, é incapaz de julgar plenamente e com justiça todas as intenções.

nota: o nº 2 do essejota.net está on line. boa leitura!

2 comentários:

Anónimo disse...

Muito bom o artigo no essejota, já li!
Beijinhos Grandes
A prima q te visita por aqui :)

Monster disse...

Se cada um de nós doar-mos um pouquinho DEUS multiplicará em muitas crianças felizes.....
Monster Headphones